Depois de ter rumado a Berlim na quinta temporada, “Segurança Nacional” regressa aos Estados Unidos. Nos novos episódios, com estreia marcada para setembro nos Estados Unidos, o destino de Peter Quinn também será esclarecido.

David Nevins, CEO do canal Showtime, revelou aos jornalistas na conferência dos Television Critics Association que a sexta temporada da série de Carrie Mathison vai ser centrada na cidade de Nova Iorque.

Já o presidente de programação do canal, Gary Levine, elogiou Alex Gansa, guionista e produtor executivo, e sublinhou que toda a equipa está entusiasmada com o facto de a série se reinventar a cada temporada. “Será interessante ver como eles conseguem trazer a série de volta para os Estados Unidos e como vão reinventá-la”, disse.

Aos jornalistas, Nevis também falou sobre o futuro de Peter Quinn. “Sei e tenho visto tanto quanto vocês têm visto”, comentou, acrescentando que “não há respostas definitivas”.

Sobre as comparações com “The Walking Dead” – em que a personagem Glenn conseguiu sobreviver -, o presidente de programação da Showtime destacou que “Segurança Nacional” tenta reproduzir o mundo real. “É uma tentativa de representar o mundo real. É menos sobre jogos. Não haverá uma solução sobrenatural”, sublinhou.

Levine acrescentou ainda que se Quinn sobreviver, “ não estará da mesma forma”.

O produtor executivo revelou já ter conversado “vagamente” com Alex Gansa sobre uma possível data para o final da série.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.