A cada nova grande produção cuja ação se passa mundo fantástico que estreia a pergunta repete-se: será esta a série que preencherá o vazio deixado pelo final de "A Guerra dos Tronos" para os fãs de fantasia? A resposta só chegará a longo prazo, mas "The Witcher", a nova grande aposta da Netflix num universo fantástico cumpre os critérios de potencial sucessora.

Há um mundo medieval chamado "Continente", monstros diversos, bruxos, bruxas e uma aura mística em quase tudo. Há violência, nudez e cenários que revelam o investimento elevado na produção. E um elenco liderado por um nome de primeira linha: Henry Cavill, cujo papel mais icónico até à data é também uma das personagens mais icónicas da BD e do Cinema, o Super-Homem.

Cavill já era, ele próprio, um fã do universo "The Witcher" através da adaptação popularíssima dos videojogos, e foi escolhido para interpretar a personagem que dá nome à série, o "Witcher" Geralt of Rivia, um bruxo mutante de cabelo branco com talentos sobrenaturais que mata monstros e criaturas variadas a troco de dinheiro.

Mas apesar de ele ser o fio condutor da série, há várias personagens femininas poderosas em destaque, e duas em particular: a jovem Ciri, uma princesa com muito por revelar em fuga depois de uma tragédia se ter abatido sobre a sua família, e Yennefer, uma maga cujo caminho se vai cruzar com o de Geralt of Rivia.

O SAPO Mag sentou-se em Madrid com as duas atrizes que as interpretam, as jovens britânicas Freya Allan e Anya Chalotra, para uma conversa sobre como chegaram à série e como está a ser a experiência de serem co-protagonistas da próxima grande estreia da Netflix.

Veja a conversa com as duas atrizes no vídeo abaixo:

Baseado na série best-seller de fantasia, "The Witcher" é um conto épico sobre destino e família, a história dos destinos cruzados de três indivíduos no vasto mundo do Continente, onde humanos, elfos, witchers, gnomos e monstros batalham para sobreviver e prosperar, onde o bem e o mal não são a preto e branco.

Para além de Henry Cavill ("Missão Impossível - Fallout", "Liga da Justiça"), Anya Chalotra ("The ABC Murders", "Wanderlust") e Freya Allan ("A Guerra dos Mundos", "Into The Badlands"), fazem também parte do elenco Jodhi May ("A Guerra dos Tronos", "Genius") como Calanthe, MyAnna Buring ("Ripper Street", "Kill List") como Tissaia ou Lars Mikkelsen ("House of Cards", "Sherlock") como Stregobor, entre outros.

Para assinalar a estreia da série em Portugal, a Netflix vai também abrir este sábado um bar dedicado ao universo de "The Witcher no Cais do Sodré, que poderá ser visitado até 2 de janeiro de 2020.

"O The Witcher Bar irá transportar os convidados para outro mundo através de um Potion Bar e um bardo inspirados pela série, e uma equipa vestida a rigor que fará as honras da casa, assim como truques de magia, jogos de mesa e até leitura de contos, tudo isto complementado por um grupo de atores para assegurar que a experiência é tão realista quanto possível, naquela que será uma oportunidade única para conhecer melhor a saga e entrar no espírito de Geralt, Yennefer e Ciri", explicou o serviço de streaming em comunicado.

"The Witcher" chega à Netflix esta sexta-feira, 20 de dezembro.

O SAPO Mag viajou a convite da Netflix Portugal.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.