Uma da tarde de segunda-feira, na Carrer del Taquígraf Serra, em Barcelona, e parece ser um dia normal. Mas os olhares mais atentos reparam em algum aparato junto ao Cocina Hermanos Torres, restaurante com duas estrelas Michelin e que se localiza a cerca de três quilómetros de Las Ramblas.

Os camiões, as luzes e os tripés que ocupam a rua têm uma explicação: as gravações da série "Foodie Love", a nova produção espanhola da HBO.

A série criada e realizada por Isabel Coixet, premiada realizadora espanhola, centra-se na história de um casal que se conhece através de uma aplicação onde se partilham experiências gastronómicas. Ao logo dos episódios, os protagonistas viajam pelo mundo para descobrir novos sabores e restaurantes.

O Cocina Hermanos Torres é apenas um dos locais por onde passam as gravações da série - além de Barcelona, "Foodie Love", que estreia no final do ano, está a ser gravada em Roma, Tóquio e em vários locais em França.

FOODIE LOVE
créditos: HBO

No coração da capital da Catalunha, as gravações decorrem apenas aos domingos e segundas, os dias em que Cocina Hermanos Torres está fechado. No dia em que o SAPO Mag visitou o restaurante, os protagonistas Laia Costa e Guillermo Pfening gravavam o momento em que chegavam ao Cocina Hermanos Torres.

A cena com cerca de 30 segundos foi filmada três vezes, havendo poucas pausas pelo meio. "Stand by. Silêncio. Preparados. Vamos começar. Vídeo a gravar. Som a gravar. Ação", grita um dos assistentes de produção no meio do restaurante, que mantém a decoração original durante as gravações.

E porquê gravar no Cocina Hermanos Torres? "Conheço milhares de locais onde poderia ter gravado. Mas, para mim, este restaurante é especial. Conheço os irmãos Torres desde que começaram. Gosto mesmo destas pessoas, elas não tiveram ajuda. Fizeram tudo sozinhas e vieram de uma família muito pobre. Gosto da forma empenhada como trabalharam para conquistar isto, para conquistarem as estrelas", confessa Isabel Coixet em conversa com o SAPO Mag.

"Não confio em alguém que diga: 'não quero saber de comida'"

"A base de toda a história é a comida e como a nossa paixão por comida reflete quem somos. Digo sempre que não confio em alguém que diga: 'não quero saber de comida'. Tens de te interessar. Comida é vida. No meu caso, talvez, seja em demasiado", brinca a realizadora durante as gravações da primeira série espanhola da HBO criada por uma mulher.

FOODIE LOVE
créditos: HBO

Isabel Coixet frisa ainda que "Foodie Love" é "uma história muito romântica". "Acho que ainda é mais romântica agora que estamos a gravar do que quando a escrevi. Para mim, tem sido fantástico trabalhar com a Laia Costa e com o Guillermo Pfening. Eles são muito bons atores e têm muita química", conta.

Para Guillermo Pfening, protagonista da série, "Foodie Love" é uma "história simples de amor, mas com personagens que são muito complicadas". Laia Costa acrescenta ainda que, no início, as personagens não estão à procura de uma cara metade: "É uma história de duas pessoas que se conhecem através do amor que têm pela comida. Têm um primeiro encontro, mas no início não estão mesmo à procura do amor".

"Não é uma comédia romântica típica. Há novas propostas de narrativa, de montagem", acrescenta a atriz em conversa com o SAPO Mag. "Trabalhar com a Isabel é maravilhoso, é muito divertida e tem uma visão muito clara do que quer para a série", frisa.

"Sabia que ia aceitar [mesmo antes de ler o guião]. Sempre que a Isabel Coixet me convidar, vou dizer que sim... mesmo que seja uma m****. Li o guião e pensei logo: 'não faço ideia do tom da série'. Às vezes dá para imaginar o tom, mas este era diferente, era novo", acrescenta Laia Costa. "Ela apresentou a série como: 'Há uma ilha deserta.  Ninguém foi lá ainda. Queres ir lá ver o que há?' E dissemos 'sim'", conta.

FOODIE LOVE
créditos: HBO

"Foodie Love" marca ainda a estreia de Isabel Coixet no pequeno ecrã. "Esta foi a primeira série que tentei fazer, não tinha criado nada no passado", conta em conversa com o SAPO Mag. "Já tinha sido convidada para realizar várias séries (...) Mas para uma realizadora como eu... ir fazer dois episódios de 'Segurança Nacional' ou três episódios de 'Narcos' ou coisas assim, quando já está lá um elenco, onde já há um guião... não é divertido", confessa.

"Acho que a parte engraçada de fazer séries para televisão é o criar um universo e ter a oportunidade de o desenvolver", frisa a realizadora, responsável por filmes como "A Livraria", "Elegia", "A Vida Secreta das Palavras" ou "Cosas que Nunca te Disse".

As gravações de "Foodie Love" vão continuar a correr os vários restaurantes, cafés e gelatarias. A produção original da HBO Espanha deverá estrear no serviço de streaming no último trimestre de 2019.