Lígia e Paulo tentam fazer com que Scott, o americano da DEA, entenda que Tony tem informações valiosas. Ele afirma que Tony se comportou como um bandido. O americano diz que não pode fazer nada para ajudar Tony e Lígia fica desesperada. Nícia pede ajuda a Domi para encontrar as armas que Caló esconde pela casa e pede-lhe para escondê-las. Gigi pede para Téo conversar com Caló.

Khalid, ainda debilitado, diz a Bruno que tem compromissos com Tony e o vilão diz-lhe que quer que eles trabalhem juntos. Laila, emocionada, joga-se nos braços de Khalid, que afirma que não vai trair o Tony. Lígia diz a Tony que o ama.

Ele encara-a e ela fica emocionada. Tony consegue falar e o médico explica a Lígia que lhe retirou medicação e que ele está a voltar à consciência. Téo diz a Caló que eles têm obrigação de salvar o Tony da acusação injusta de que é alvo (morte do Jorge).

Caló confessa a Téo que está muito desacreditado, uma vez que Bruno comete vários crimes e espalha que Tony é assassino. Rudi sofre com a falta de drogas e ameaça matar-se.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.