Capítulo 19 – Segunda-feira (27/07)
Joquebede é obrigada a controlar a emoção ao ver Moisés entrar em sua casa. Bakenmut entra na casa de Joquebede sem ser notado e surpreende Eliseba com uma faca no pescoço, pedindo para que ela fique quieta.
Henutmire encontra Bezalel a choramingar e Hur confessa-lhe que Yunet fez mal a Leila. Henutmire ordena que Yunet peça desculpas a Leila. Leila fica no palácio e agradece a Henutmire a bondade. Judite trata a embriaguez de Apuki e este responde-lhe com carinho.
Tuya defende Moisés quando sabe o que ocorreu na obra. Seti muda de assunto e discute por Ramsés ter saído para passear com Nefertari.
Disebek recompensa Bakenmut pelo sucesso na sua missão. Joquebede recorda momentos quando entregou Moisés ao Nilo. Moisés conta o sucedido na vila a Ramsés. Seti avisa Ramsés que ele não pode ignorar os seus deveres de princípe, ordenando-lhe que altere o seu comportamento. Os dois discutem.

Capítulo 20 – Terça-feira (28/07)
Arão consola a mãe e pede-lhe desculpa por ter sido bruto com ela. Moisés diz a Henutmire que ela é a única mãe que ele teve e que a ama. Miriã aconselha Arão a se acalmar pois tem estado muito nervoso. Seti manda Moisés inspeccionar a obra e punir Apuki. Apuki é açoitado.
Moisés fala com Num sobre a obra. Arão alegra-se pela vingança ter resultado, mas tem pena de Apuki. Judite e Apuki discutem quando ele chega a casa. Uri diverte-se ao dizer a Hur que é totalmente claro que ele é apaixonado por Henutmire.
Seti, Ramsés e Paser visitam a tumba. Ramsés descobre o papiro do decreto que ordenava a morte dos bebés hebreus e pede explicações ao pai. Yunet conta a Tuya que Leila está a trabalhar na cozinha a preparar refeições para o rei.

Capítulo 21 – Quarta-feira (29/07)
Uma nova vaga de escravos chega à cidade para a construção do novo templo.
Gahijii defende Leila quando a Raínha a confronta na cozinha do palácio e Yunet sai a perder, pois a Raínha acha muito boa a comida de Leila. Leila, no entanto, chora porque considera que traiu o seu Deus.
Moisés admira Nefertari a dançar. Judite trata das feridas de Apuki. Joquebede confessa a Eldade que foi muito feliz com Anrão e que isso lhe basta. Num reencontra Anrão e reconhece-o. Os dois abraçam-se emocionados e marcam um encontro. Amália diz que Num está estranho e ele disfarça. Arão conta a Miriã que Apuki foi castigado. Joquebede interessa-se ao ouvir Arão contar sobre a nova caravana que chegou à cidade. Ramsés continua a insistir em descobrir o que significa o papiro com os bebés deitados ao rio e pergunta a Disebek se isso tem algo a ver com o passado de Moisés. Disebek tenta convencer Ramsés a não contar nada a Moisés, mas Moisés aparece no meio da conversa.

Capítulo 22 – Quinta-feira (30/07)
Ramsés não conta a verdade a Moisés. Yunet continua a provocar Leila. Henutmire fica preocupada ao descobrir que Ramsés sabe a verdade sobre o passado de Moisés. Ramsés e Moisés vão nadar no Nilo e o futuro rei confessa ao “irmão” que deseja conhecer as mulheres da Casa de Senet. Moisés não alinha no plano.
Leila visita Abigail na vila e conta sobre a vida no palácio. Henutmire pede desesperadamente a Ramsés que não conte nada a Moisés sobre o decreto.
Judite diz a Apuki que sente falta de quando Apuki era carinhoso com ela. Num diz a Anrão que Joquebede nunca desistiu dele. Joquebede ora sozinha por Anrão. Tuya diz a Seti que ele devia mandar destruir os papiros. Num conta a Joquebede que Anrão voltou e Joquebede sai pela vila durante a noite à procura do marido. Arão segue a mãe e, não compreendendo a aflição dela, trá-la de volta para casa.

Capítulo 23 – Sexta-feira (31/07)
Joquebede conta a Arão e Miriã que Anrão está vivo e os dois ficam em choque. Arão revolta-se e diz que não perdoa a mãe pela mentira. Ramsés vai à Casa de Senet disfarçado de official. Arão acusa Num de traição. Leila confessa a Abigail que sente falta de Uri. Seti destrói os papiros do decreto dos bebés hebreus. Ramsés só chega ao palácio de manhã, embriagado. Nefertari aborda-o e fica desiludida. Arão anuncia que vai embora da casa de Joquebede. Yunet conta a Tuya que Ramsés voltou bêbado para o Palácio de manhã.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.